Sunday, January 28, 2007

HISTORIETAS DE SEGUNDA-FEIRA 11

Relógio

Jorge recebeu de herança um relógio Patek Philippe, todo de ouro, com uma corrente enorme, também de ouro. A peça tinha uma tampa que escondia os ponteiros e refletia as imagens como um espelho comum. Logo ao recebê-lo levou a um relojoeiro famoso que o limpou e o acertou pela hora de Brasília. Depois fechou a tampa. Jorge não se conteve e abriu relógio. Viu, então, espelhada, sua face de octogenário. Guardou o relógio e só voltou a pegar nele uma semana depois. Notou que os ponteiros dos segundos caminhavam em um ritmo acelerado e em sentido contrário ao normal. Viu também que sua figura, refletida na tampa, parecia ser a de alguns meses atrás. Assustou-se e escondeu o objeto no fundo do cofre. Passaram-se meses até que ele resolveu dar uma nova espiada, afinal tinha de usar a jóia, pois o relógio era mesmo uma e, se não o usasse quem o usaria? Quando viu que os ponteiros continuavam a girar da mesma maneira, apressada e ao contrario do normal, resolveu olhar para a parte refletora da tampa e viu a figura de uma senhora, de vestido azul de bolinhas brancas, com um bebezinho bem gordinho no colo. Igual a uma foto de sua mãe com ele próprio tirada muitos anos atrás.

1 comment:

Thiago M Venancio said...

Ola Professor, muito boa essa!!
[]s
Thiago